Novidades

Para alguns, amadurecer pode ser um peso. No caso do Corolla, cuja 11ª geração acaba de chegar às autorizadas Toyota do País, a evolução é bem-vinda. O sedã médio feito em Indaiatuba (SP) cresceu, ficou mais bonito, estiloso e ganhou atualizações importantes, como o câmbio automático CVT (continuamente variável), que simula sete marchas. Neste super comparativo de versões de topo, o modelo recém-renovado encara nada menos que nove concorrentes vendidos no Brasil, com tabela entre R$ 67.900 e 92.900. 

A disputa não foi nada fácil, mas, graças às inúmeras evoluções implementadas pela Toyota, o Corolla foi o grande vencedor. O Honda Civic, seu arquirrival, e modelo mais vendido do segmento, ficou apenas um ponto atrás do campeão – perdeu por causa do espaço (mais informações nos quadros a partir da próxima página). 

Outros modelos que deram trabalho ao Corolla foram o Jetta, que ficou com a terceira posição, e as novas gerações de Sentra e Focus, quarto e quinto, respectivamente. O Volkswagen tem ótimos motor turbo de 211 cv e câmbio automatizado de dupla embreagem, mas "escorregou" na manutenção cara e por não receber atualizações visuais importantes há três anos, o que o deixou um tanto defasado. O Nissan se destaca pelo bom custo-benefício, mas a estabilidade e o acabamento são inferiores aos do Toyota. O ótimo Ford também padece por ser menor que o Corolla.

Os "primos" argentinos C4 Lounge (sexto) e 408 (sétimo), mostraram que seu trem de força, com motor 1.6 turbo e câmbio automático de seis marchas, está em grande fase. O Citroën é confortável e espaçoso, mas não o suficiente. Fluence (oitavo) e Cruze (nono) não empolgam, apesar de o Chevrolet ser o terceiro mais vendido da categoria. Sua posição de dirigir é agradável e esportiva, mas o câmbio automático de seis marchas precisa melhorar no tempo das trocas. Na "lanterna", o Kia Cerato tem cabine bem acabada e carroceria refinada, mas seu motor 1.6 deixa a desejar.

Toyota Corolla é veterano bem resolvido - 71 pontos

O principal objetivo da Toyota com o lançamento do Corolla é conquistar compradores do Civic e retomar a liderança de vendas do segmento. O sedã renovado cresceu 10 cm no entre-eixos – ficou 4 cm maior que o do Honda – e o espaço para os joelhos de quem viaja atrás está ainda melhor. O Corolla está longe de empolgar ao volante, como ocorre com VW Jetta e Ford Focus, por exemplo, mas agrada. A receita é simples: longevidade. Desde sua primeira geração, são quase 50 anos de estrada. 

A cabine é silenciosa e a suspensão garante conforto a bordo. O sistema absorve bem os impactos do piso e mantém a carroceria firme. Mas o melhor é o novo câmbio CVT. A Toyota aposentou a decrépita caixa de quatro marchas e colocou uma transmissão bem mais moderna em seu campeão de vendas. E o motor 2.0 flexível de até 153 cv (com etanol) trabalha bem, apesar de ser um pouco ruidoso. 

No estilo, o Corolla também evoluiu bastante. Suas linhas ficaram mais ousadas, graças aos traços rebuscados e aos faróis pontiagudos. O preço é o principal defeito do Toyota. A R$ 92.900, a versão Altis é mais cara entre as de topo dos dez sedãs avaliados.

Acesse o Hotsite: http://www.toyota.com.br/corolla2015/

Fonte: http://www.estadao.com.br/jornal-do-carro/noticias/carros,corolla-desafia-rivais-em-super-comparativo,18377,0.htm

Selos
Fone: (14) 2107-3000 Bauru || 3141-3000 Jaú
E-mail: morimotors@morimotors.com.br
Av. Nuno de Assis, 13-60 - Bauru/SP || Av. Dep. Zien Nassif, 1200, Zona Industrial - Jau/SP
Grupo Veleiro
Morimotors © 2019 - Todos os direitos reservados

Desenvolvimento e Hospedagem